“Tudo que existe, existe talvez porque outra coisa existe. Nada é, tudo coexiste: talvez assim seja certo..”(Fernando Pessoa).

A ciência da medição, ou seja, a metrologia tem sua existência fundamentada nas necessidades básicas das pessoas e está diretamente relacionada à qualidade dos produtos, serviços e bens de consumo da sociedade. Em um mundo cada vez mais globalizado, a estratégia para a indústria e comércio de bons produtos e serviços, tem na metrologia a garantia dos processos fundamentais de suas linhas de produção. Portanto, os ganhos de produtividade estão diretamente relacionados à qualidade dos produtos e serviços, também dependem da eliminação de desperdícios que levam a redução dos custos para o consumidor. A metrologia dá sentido aos verbos produzir, ganhar, eliminar, reduzir que dentre outros verbos, são fundamentais para evidenciar a qualidade de produtos e serviços essenciais numa sociedade global cada vez mais exigente.
Expressões cujas ideias estão relacionadas à: saúde, segurança, meio ambiente, desenvolvimento, inovação, competitividade, responsabilidade, reputação e mercado, tem na sua essência a metrologia.
Para Lord Kelvin (1883), cientista britânico, “o conhecimento amplo e satisfatório sobre um processo ou um fenômeno somente existirá quando for possível medi-lo e expressá-lo por meio de números”. A partir dessa afirmação, entendemos que palavras e impressões cujas ideias não estiverem fundamentadas por resultados mensurados ou mensuráveis não são suficientes para descrever de forma clara tal fenômeno ou processo. 
O ato de medir possibilita descrever de forma clara e objetiva o universo e o mundo em que vivemos.

 

João Carlos Guimarães Lerch
Presidente da SBM

Ultimos Artigos